Música para terapia: saiba quais os instrumentos mais utilizados

Mãos de uma criança tocando piano.

A música está em nosso dia a dia e esteve presente na humanidade desde sempre, seja para momentos de lazer, euforia, tristeza ou calmaria. Por toda essa presença, a música passou a ser estudada como tratamento benéfico para pessoas em diversos casos, principalmente no desenvolvimento da coordenação motora e comunicação.

Por essa importância, nós, da Multisom, decidimos falar um pouco sobre a música para terapia e quais são os instrumentos mais usados por músicos que foram para essa área de atuação. Confira!

A Musicoterapia

A música para terapia, mais conhecida como musicoterapia, é um tratamento muito procurado hoje em dia. Isso porque o aprendizado de instrumentos e música em si são benéficos em muitos aspectos para as pessoas:

  • reduz o estresse e o cansaço;
  • estimula a coordenação motora;
  • melhora a comunicação e interação social;
  • desenvolve a criatividade;
  • traz satisfação emocional;
  • entre outros.

Por isso que várias pessoas, com casos diferentes, podem se beneficiar da música. Por exemplo, muitos pais buscam pela musicoterapia para auxiliar no desenvolvimento de suas crianças e adolescentes, principalmente aqueles com TEA (Transtorno do Espectro Autista).

Pessoas com ansiedade e depressão também buscam pela musicoterapia como suporte e controle emocional. Idosos melhoram a coordenação, exercitam a mente e ainda relaxam com a música para terapia.

Mas, em geral, a música como tratamento é relaxante e traz satisfação pessoal para qualquer um. A longo prazo os resultados são muito satisfatórios, principalmente na melhora da coordenação e comunicação (expressão de sentimentos e autoconhecimento).

Os instrumentos mais indicados

Os musicoterapeutas escolhem os instrumentos musicais para dar as aulas dependendo do tipo de terapia que será utilizada. Inclusive, muitos profissionais usam a voz e outros sons produzidos com objetos, por exemplo, para desenvolver a comunicação nos pacientes.

Para mostrar quais são instrumentos mais utilizados na musicoterapia, separamos as dicas em dois tipos de terapia: a ativa e a receptiva.

Instrumentos para musicoterapia ativa

Como o nome sugere, na musicoterapia ativa o paciente é um aluno e aprende a tocar instrumentos como uma forma de expressão através da harmonia, melodia e ritmo.

Os instrumentos mais usados nesse caso, são:

Instrumentos para musicoterapia receptiva

Nesse caso, a musicoterapia serve para desenvolver a percepção no paciente, além de tranquilizá-lo. A pessoa apenas ouve e faz observações sobre as músicas que o terapeuta toca para ele. Nesse caso, é bastante usado os instrumentos de corda e os de metais por terem um potencial maior de ressonância e harmonização.

Os musicoterapeutas, além de trabalharem com o que amam (a música), ainda ajudam a melhorar a vida de diversas pessoas. Se você pretende seguir nessa área profissional, conte com a Multisom para fornecer os melhores instrumentos musicais para musicoterapia!

Share this Story
Load More Related Articles
Load More By Especialista Multisom
Load More In Dicas

Deixa uma resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

Check Also

Caixa de som ativa ou passiva? Conheça a real diferença!

Caixa de som ativa ou passiva? Essa é ...