Música independente: quais as melhores formas de divulgar o seu trabalho?

Música Independente

Com a queda da influência das gravadoras e a proliferação cada vez maior de canais gratuitos e acessíveis ao público para divulgação, os artistas independentes têm à sua disposição uma gama variada de ferramentas para a divulgação do seu trabalho.

Artistas de expressão nacional como o rapper Criolo, o grupo BaianaSystem e os goianos do Carne Doce são exemplos de artistas que têm trabalhado de forma totalmente independente, da produção à divulgação do seu trabalho.

No texto a seguir, a Equipe Multisom traz algumas dicas de como divulgar o seu trabalho com qualidade. Continue acompanhando!

Use o apoio de entidades como a Associação Brasileira da Música Independente

Com sede na cidade de Campo Belo, em São Paulo, a ABMI (Associação Brasileira da Música Independente) foi fundada em 2002. A entidade atua de forma conjunta com diversos órgãos no mundo representando o setor da música independente. A Associação possui três planos de adesão diferentes tanto para associados quanto para afiliados com valores acessíveis, além de monitorar os direitos autorais da música em rádios de todo o mundo.

Plataformas de financiamento coletivo

Existem diversas plataformas de financiamento coletivo na web voltadas para todos os tipos de projetos: tecnologia, saúde, empreendedorismo e, não poderia ser diferente com a cultura. Como músico, você pode utilizá-las tanto para a produção de um disco, quanto para a realização de uma turnê ou gravação de um videoclipe.

Financiamento Coletivo

Pixabay

Vamos falar rapidamente sobre três plataformas a seguir:

  • A grande vantagem da plataforma Apoia-se é o fato de ser um financiamento contínuo. Por meio dela, você pode criar um perfil e divulgar o projeto com o seu público, fixando metas mensais de arrecadação. De todo o montante arrecadado, cerca de 87% vai para o seu projeto e o restante é destinado para intermediários do site.

 

  • Já o Kickante, um dos primeiros sites de crowdfunding lançados no Brasil, tem bastante credibilidade. A plataforma já movimentou mais de R$ 57 milhões em doações, com o lançamento de 72 mil projetos. A ideia é fixar uma meta de arrecadação. Se o artista não consegue atingir a meta, não há nenhuma cobrança. Os apoiadores também podem contribuir de forma parcelada, o que facilita a captação de recursos;

 

  • O Teatro Mágico é um dos artistas independentes que fazem parte do portfólio de 9 mil projetos financiados pelo Catarse. O grande diferencial do site é que ele conta com dois modelos de financiamento: Tudo ou Nada ou Flex. Na primeira opção, os apoiadores recebem toda a quantia se a meta não for atingida. O site também trabalha com plataformas de divulgação como e-mail marketing, além de fornecer relatórios e artigos que possam ser interessantes para o seu crescimento.

Editais públicos e privados na área cultural

Outra forma de viabilizar o trabalho de divulgação do músico é receber os incentivos disponibilizados para a área cultural, seja em empresas ou no setor público.

Projetos como o Natura Musical, lançado em 2013 e que deu visibilidade para artistas como Liniker e os Caramelows (foto abaixo), além do trio gaúcho Dingo Bells, são fundamentais para o fomento de projetos alternativos no país.

Liniker e os Caramelows

Liniker e os Caramelows/ Divulgação

Outra alternativa é participar dos editais públicos lançados pelas secretarias municipais e estaduais de cultura ou por leis de incentivo, que captam recursos por meio da renúncia fiscal de empresas, como a Lei Rouanet.

Festivais de música

Somente no Brasil existem mais de 2 mil festivais de música dos mais variados estilos! Procure ficar antenado no prazo de inscrição para a participação e inscreva-se com antecedência.

Festivais de Música

Pixabay

Lollapalooza (SP e Argentina), Psicodália (Santa Catarina), Meca Festival (que neste ano vai acontecer no Instituto Inhotim, em Minas Gerais) e Planeta Atlântida são apenas alguns nomes no vasto universo brasileiro dos festivais de música.

Aplicativos também são boas plataformas de divulgação

Além dos já conhecidos aplicativos de música, existem plataformas disponíveis exclusivamente para a divulgação do trabalho de músicos independentes. Um exemplo é o Tradiio, criado por uma startup portuguesa e que funciona como uma bolsa de valores.

O usuário aposta moedas nos seus músicos preferidos e, se a visibilidade do artista crescer dentro do aplicativo, ele ganha prêmios como camisetas e outros produtos.

Tradiio

Revista Vinil

São mais de 50 mil artistas cadastrados no Tradiio atualmente. Além da divulgação, o app facilita a visibilidade para as grandes gravadoras.

Esse conteúdo foi útil para você? Então, aproveite o momento de ganhar conhecimento para ler algumas dicas de como montar um estúdio em casa! Qualquer dúvida, deixe um comentário abaixo que a equipe da Multisom ficará feliz em atendê-lo. Até a próxima!

Share this Story
Load More Related Articles
Load More By Especialista Multisom
Load More In Dicas

Deixa uma resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

Check Also

Caixa de som ativa ou passiva? Conheça a real diferença!

Caixa de som ativa ou passiva? Essa é ...