Conheça os tipos de instrumentos de percussão

Tipos de instrumento de percussão e como funcionam

Os instrumentos de percussão são todos aqueles que produzem som ao passarem por impacto, agitação ou raspagem. Esse processo pode acontecer tanto com o auxílio das mãos como de outros itens específicos para isso (veremos adiante). A maior parte dessa família tem uma função rítmica – como o tambor, por exemplo – mas também existem instrumentos com função melódica e harmônica – o xilofone é um exemplo.

Dito isso, para entender bem os tipos de instrumentos de percussão, é importante que você saiba que são organizados de três maneiras: pela capacidade de definição sonora (afinação das notas); pelo modo de execução (impacto, atrito ou agito) e pelo tipo de produção do som no instrumento.

Essas divisões existem para uma especificação completa do instrumento. Agora vamos explicar cada uma para que você entenda bem a família de percussão e seus instrumentos!

1 – Capacidade de afinação

Embora não precisem ser afinados para serem usados (como os instrumentos de corda), os instrumentos podem ter afinação (altura determinada) ou não (altura indeterminada).

Os instrumentos de altura determinada são aqueles que suas vibrações seguem uma série harmônica. Assim, a afinação das notas são perceptíveis aos nossos ouvidos. Esses têm uma função melódica e, justamente, harmônica. Alguns exemplos são:

  • xilofone;
  • tímpano;
  • berimbau (mesmo que limitadamente).

Fonte: eHow | Phillarmonie

A altura indeterminada diz respeito àqueles instrumentos sem afinação, que tem como função apenas dar ritmo à música. A altura das notas não pode ser determinada porque não há uma escala sonora variada: geram apenas um som ou uma pequena variação. São mais percebidos pelos ouvidos como batidas ou ruídos. São exemplos práticos desses instrumentos:

  • tambores;
  • triângulo;
  • castanholas.
Tipos de instrumentos de percussão

Fonte: Thomann | Mundo Percussivo

2 – Modo de execução do som

O modo de executar o som em cada um dos instrumentos tem três variações e são bastante lógicos e fáceis de entender: percussão (ou seja, impacto propriamente dito), agitação ou atrito.

Percussão ou impacto: a maioria dos instrumentos se encaixa nessa classificação. O impacto pode ser feito com as próprias mãos ou com o auxílio de baquetas, martelos (aqui, pode acontecer de teclas serem responsáveis por gerarem a batida do martelo) e até com o próprio instrumento. Bons exemplos são a bateria e o cajón.

Tipos de instrumentos de percussão

Fonte: Multisom

Conheça a História da Bateria e descubra como surgiu esse instrumento!

Agitação: nesse caso a execução do som se dá simplesmente pelo agito do instrumento. Um exemplo de instrumento desse tipo bastante conhecido é o chocalho.

Tipos de instrumentos de percussão

Fonte: Todos Instrumentos Musicais

Atrito: nesse terceiro tipo de produção de som, se dá através do atrito ou raspagem de algum item auxiliar (como baqueta, pano ou ainda rede de contas) na superfície do instrumento. Como exemplo podem ser citados o reco-reco e a cuíca.

Tipos de instrumentos de percussão

Multisom | Punchland

3 – Tipo de produção do som no instrumento

Essa organização tem relação com o elemento do instrumento que produz o som. E, embora tenha duas divisões principais simples de entender, é bastante complexa pelas subdivisões.

Instrumentos idiofones

São aqueles que têm o som gerado pelo vibração que o próprio corpo do instrumento produz. Logo, não existe necessidade de produzir tensão. Essa categoria ainda é dividida entre:

  • Idiofone de percussão: produz som quando sujeita o corpo a um choque que pode ser por placas, sinos ou tubos;
  • Idiofone percutido: se obtém o som batendo a mão ou baqueta no instrumento;
  • Idiofone percussivo: som obtido através da batida do instrumento em outra superfície dura;
  • Idiofone de concussão: dois corpos se chocam e produzem o som;
  • Idiofone de agitamento: o som é produzido pelo agitamento de um recipiente que contém grânulos;
  • Idiofone de raspagem: quando um corpo flexível “raspa” em outro com textura irregular e produz som;
  • Idiofones beliscado: produz som pela flexão de uma lâmina;
  • Idiofones friccionado: a fricção do corpo vibrante é o que produz o som.

Dentro dos instrumentos de percussão idiofones, os mais conhecidos: gongo, triângulo, berimbau, pratos, castanholas, reco-reco, cajón, carrilhão, chocalho, sistro, sino e matraca.

Instrumentos membranofones

Nesse tipo de instrumento, o som é produzido através da vibração de uma membrana que está esticada ou distendida em um suporte. Esses instrumentos geralmente têm o formato de caixas abertas, e contam com uma cobertura em pele de animais, lonas, acetato ou outro tipo de material sintético.

A vibração pode ser gerada nesses instrumentos por meio do impacto de baquetas ou das mãos. Geralmente, quando se fala desse tipo de instrumento, lembra-se só dos tambores, mas existem diversas variações como: surdo, pandeiro, kazoo, caixa, bongô, tamborim, atabaque, cuíca, alfaia, rebolo, bumbo, tantã.

Ufa! A família de instrumentos de percussão é bastante complexa, mas esperamos que com esse conteúdo tenha ficado claro para você como ela é composta e como seus instrumentos funcionam. Para consultar especificações técnicas, confira os instrumentos de percussão na Multisom! Você ainda pode tirar dúvidas através do nosso atendimento online no site. Até a próxima!

Share this Story
Load More Related Articles
Load More By Especialista Multisom
Load More In Percussão

Deixa uma resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

Check Also

Como fazer um cajón: materiais e processo

Alguns músicos gostam de fazer seu próprio instrumento, ...